Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.fametro.com.br/jspui/handle/123456789/400
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMachado, Kadidja Claudia Maia e-
dc.contributor.authorFernandes, Jairo Lima-
dc.contributor.authorFreitas, Adrya Emanuelly Evangelista de-
dc.date.accessioned2021-03-16T16:50:17Z-
dc.date.available2021-03-16T16:50:17Z-
dc.date.issued2020-05-29-
dc.identifier.citationFERNANDES, Jairo Lima; FREITAS, Adrya Emanuelly Evangelista de. Ferramenta DC Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (DC/TMD) para diagnóstico de DTM. 2020. 26f. Artigo (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário Fametro, Fortaleza, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.fametro.com.br/jspui/handle/123456789/400-
dc.description.abstractAs disfunções temporomandibulares são condições que envolvem alterações estruturais e funcionais do sistema mastigatório. A ferramenta DC/TMD foi criada buscando padronizar os métodos diagnósticos de DTM. O mesmo é uma atualização do RDC/TMD publicado em 1992. De acordo com o RDC/TMD a DTM pode ser dividida em três grupo: dor miofascial, deslocamento do disco e artralgia, osteoartrite e osteoartrose. A ferramenta oferecia a melhor classificação para DTM, já que incluía métodos para a classificação diagnóstica física das DTMs, como também métodos para avaliar a intensidade e severidade da dor crônica e os níveis de sintomas depressivos. Os quais também são utilizados no DC/TMD. O objetivo deste trabalho é analisar as atualizações contidas na nova ferramenta DC/TMD. Sem o objetivo de apresentar o tratamento das condições dolorosas da DTM. Serão expostos os métodos utilizados para diagnóstico dessa patologia através do uso da ferramenta em questão e sua aplicabilidade na prática clínica e em pesquisa. No formato de revisão de literatura, onde foram realizadas buscas dentro do sistema Ebsco. selecionamos 21 artigos, usando como critério a relevância do conteúdo com o tema proposto. Foram selecionados 10 artigos que avaliaram a confiabilidade da ferramenta DC frente a RDC, comprovando as vantagens da utilização do seu protocolo para pesquisa e uso clínico no diagnóstico de DTM, pois, o protocolo anterior (RDC) possuía falhas relacionadas ao seu uso clínico, pacientes com sinais e sintomas característicos de DTM podem não se enquadrar nas classificações. Assim, um paciente que não apresente estalido articular recíproco em pelo menos duas de três repetições consecutivas nos movimentos de abertura ou fechamento da boca, este pode não ser incluído na categoria de deslocamento de disco com redução – o que não significa que o paciente não apresente deslocamento de disco com redução. Podemos concluir que a ferramenta DC/TMD é um protocolo acessível a todos os profissionais, para estudos e fins diagnósticos, desde a triagem, avaliação e diagnóstico definitivo, possuindo alta confiabilidade e especificidade. O mesmo realiza além de triagem para DTM e diagnóstico, como também avalia intensidade da dor, sofrimento psicossocial e incapacidade, auxiliando assim o tratamento e prognóstico. A ferramenta foi testada em diversos estudo, os quais comprovaram que o protocolo DC/TMD é o mais indicado para diagnóstico e avaliação de dor orofacial relacionada a disfunção temporomandibular.pt_BR
dc.language.isootherpt_BR
dc.subjectDisfunções temporomandibularespt_BR
dc.subjectDC/TMC – Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorderspt_BR
dc.titleFerramenta DC Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (DC/TMD) para diagnóstico de DTMpt_BR
dc.typeThesispt_BR
Appears in Collections:Odontologia Centro - Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JAIRO LIMA FERNANDES e ADRYA EMANUELLY EVANGELISTA DE FREITAS_TCC.pdf363,45 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.